Trabalhos 2018

Escola Secundária Ferreira Dias (Sintra)

2º Escalão: a partir do 2º ciclo até ao ensino superior

Fotografias:

Construção da árvore no gabinete de Artes - pacotes de leite embrulhados em papel de jornal.
Construção da árvore no gabinete de Artes - pacotes de leite embrulhados em papel de jornal.
Vista de topo - Construção da árvore no gabinete de Artes - pacotes de leite embrulhados em papel de jornal.
A árvore foi colocada sobre pallets  tapadas com uma bandeira mais antiga do Eco-Escolas.
A Árvore Natal Guloso já terminada e identificada e com o estrado colorido de vermelho.
A Estrela de topo Guloso
A identificação do Trabalho.
O grupo dos alunos que fizeram o trabalho.

Memória Descritiva:

MEMÓRIA DESCRITIVA
Este Natal ser Guloso, dá prémios
Desafio Tetrapak | Guloso 2018
No âmbito do projeto Eco-Escolas, os alunos da turma F, do nono ano de escolaridade aderiram ao desafio do projeto “Natal Guloso”.
O projeto foi desenvolvido durante as últimas três semanas, nas aulas das disciplinas de geografia e de educação visual, sob orientação das docentes Catarina Antunes e Margarida Batista.
Após a apresentação e análise do regulamento do desafio à turma, realizou-se um brainstorming com o intuito de reunir ideias de possíveis materiais e técnicas a utilizar durante o mesmo.
Os alunos da turma decidiram elaborar uma árvore assente numa estrutura cônica, com pacotes de leite embrulhados em papel de jornal e adornados em tom vermelho, simbolizando presentes. Salientando-se que os símbolos da Tetrapak e da FSC ficaram visíveis para a população escolar. A mesma foi decorada com estrelas tridimensionais construídas a partir do interior de pacotes de leite e fitas decorativas. Por fim, o grupo turma decidiu que os pacotes da marca Guloso deveriam ser colocados em lugar de destaque (estrela do topo da árvore).
No dia catorze, a turma expôs o seu trabalho com a respetiva identificação no pátio deste estabelecimento escolar destinado à apresentação das atividades integradas no Plano Anual de Atividades.
Agualva, 15 de dezembro de 2017
A Coordenadora do projeto Eco-Escolas,
Catarina Antunes