Trabalhos 2018

Escola Básica de S. Julião/Tavarede (Figueira da Foz)

1º Escalão: jardins de Infância e escolas do 1º ciclo

Fotografias:

1 - Separação da camada de cartão da camada de alumínio, das embalagens guloso para construção da estrela.
2 - Separação da camada de cartão da camada de alumínio, das embalagens guloso para construção da estrutura da árvore de Natal.
3 - Pintura da camada de cartão, já unida, para  estrutura da árvore (4 metros x 4 metros).
4 - Dobragem do cartão já pintado, utilizando a técnica do origami, para construção da árvore de Natal
5 - Pormenores da estrela construída com a técnica de dobragem com seis embalagens Guloso e dos enfeites da árvore ( embalagens Guloso com o símbolo FSC)   ornamentados com fita dourada simbolizando  presentes.
6 - Resultado final do projeto da  Árvore de Natal Guloso no hall de entrada da nossa Escola (árvore com 2 metros de altura).
7 - Hall de entrada da Escola, salientando-se a Árvore de Natal Guloso enquadradas com restantes elementos natalícios (coroas, pais natal e presépios) todos construídos com reutilização de materiais.

Memória Descritiva:

Mais uma vez, e à semelhança do que acontece desde que a Escola abriu, participamos no concurso da TetraPak, este ano com o tema " Este Natal ser Guloso, dá prémios".
Projeto: “Este Natal ser guloso, dá prémios” – Construção de uma árvore de Natal, de dois metros de altura, com embalagens de cartão para alimentos líquidos da marca Tetra Pack e embalagens da marca Guloso.
Intervenientes: Alunos, professores e assistentes operacionais da Escola, num total de 361 alunos, 22 professores e 5 assistentes operacionais.
Materiais:
Toda a árvore foi construída com embalagens de cartão Tetra Pack, abertas e "descascadas". Para a junção das tiras que constituiram a base que deu corpo à árvore (um quadrado de 4mX4m) utilizámos cola ( Utilizámos tinta vermelha para pintar a superfície e tinta dourada. Para suporte da árvore usámos uma base de madeira, já utilizadas em outras trabalhos, colocados no seu interior na parte central. Reutilizámos, ainda. fitas douradas para decorar as embalagens de guloso (ornamentos da árvore).
Metodologia:
Inicialmente procedemos à sensibilização dos alunos para o projeto. Através destes mobilizámos os Pais e Encarregados de Educação para a recolha de embalagens de cartão para alimentos líquidos da marca Tetra Pack ( incluindo a marca Guloso). Foi feita uma sensibilização junto da comunidade escolar para a importância da reutilização de embalagens e deste modo de resíduos para com eles construir objetos significativos. Procedemos, também, à divulgação dos selos da marca TetraPack e da Organização FSC - Forest Stewardship Council, da sua missão e dos seus objetivos, de forma a envolver as crianças, famílias e comunidade educativa na identificação das embalagens TetraPak.
Recolhidas as embalagens, os alunos procederam ao seu descascamento, retirando-lhes a parte interior metalizada para que pudessem ser pintadas. Numa sala sem equipamento procedemos à colagem das embalagens até formarmos tiras, que por sua vez foram unidas umas às outras para formarmos a base da árvore, um quadrado de quatro metros quadrados. Este quadrado foi pintado com tinta plástica vermelha e rolos de pintor. Como acabamento aplicámos salpicos de tinta dourada. De seguida, utilizando a técnica do origami, procedeu-se à dobragem do quadrado ao meio, na horizontal e na vertical e depois na diagonal, para fazermos as marcações iniciais da dobragem. Procedemos depois à junção destas dobragens, formando primeiro um losango e depois quatro triângulos, que por sua vez sofreram novas dobragens até resultarem em oito triângulos, para formarmos uma pirâmide com oito vértices. Cortámos a parte inferior e obtivemos assim uma pirâmide octogonal. Essas oito arestas da pirâmide foram depois cortadas na parte exterior para realizarmos as dobragens, que dão forma à árvore de Natal. Além das centenas de embalagens usadas na árvore,na construção da estrela foram utilizados seis embalagens e na construção dos enfeites da árvore, foram utilizadas três dezenas de embalagens, todas da marca Guloso.
Todas as crianças, professores e assistentes operacionais da escola participaram em todos os processos da elaboração da Árvore de Natal.
Todos os restos das embalagens e bocados não utilizados foram colocados no ecoponto amarelo, sensibilizando toda a comunidade educativa para a utilização deste ecoponto.
Conclusão:
A árvore a concurso conjuga o envolvimento de toda a comunidade educativa: alunos, professores, Pais, Encarregados de Educação e Assistentes Operacionais. Além da participação no concurso, que obviamente é um incentivo, os alunos gostam de ver os seus trabalhos divulgados e claro, de obter prémios. A árvore construída encontra-se no hall de entrada da escola, todo ele decorado com elementos natalícios (coroas, pais natal e presépios) todos construídos com reutilização de materiais, onde pode ser vista por toda a comunidade educativa. Assim, para além do embelezamento todos podem ver e reconhecer-se nela. Todos estão muito orgulhosos do trabalho realizado, que foi de facto muito moroso, pois investimos nessa construção muitas horas. O projeto a concurso foi coordenado por uma equipa de seis professores da educação pré escolar e 1.º ciclo (de todos os anos de escolaridade), os quais fizeram a articulação com os restantes elementos, numa constante partilha, distribuição de tarefas e envolvimento.